• Sindieletro/MG

Covid-19 na Cemig

A pandemia no Brasil segue em curva ascendente. Em Minas Gerais, há muita subnotificação - o Estado é um dos que menos testa no país - e, após os protocolos de flexibilização em diversos setores da economia, a disseminação da doença ganhou velocidade. Fomos informados sobre a existência de casos de covid-19 entre os trabalhadores próprios, os terceirizados e familiares de funcionários. 

O Sindieletro está buscando, junto à Cemig, se inteirar dos casos e das medidas que estão sendo adotadas para apoiar os trabalhadores contaminados e os que estão expostos, principalmente os pertencentes ao grupo de risco. Assim que tivermos acesso às informações completas, divulgaremos matéria. Continue nos informando sobre novos casos e atitudes que podem expor os trabalhadores ou vão contra as regras de combate à pandemia.

Enquanto isso, vamos relembrar:


A pandemia em Minas Gerais ainda não atingiu seu pico. Estamos em estado de alerta e precisamos manter todos os cuidados necessários. Adote o distanciamento social de 2 metros em relação às outras pessoas. Use sempre máscara quando não estiver em casa - mesmo que entre amigos, colegas ou família, afinal de contas, o vírus não escolhe quem infectar por ausência de afinidade. 

Além disso, sempre higienize suas mãos com sabão ou álcool gel 70. Higienize as compras do mercado e evite entrar em casa com os sapatos sujos da rua. Tenha um chinelo específico para usar dentro de casa. E lembre-se: Saia de casa apenas para o necessário! Ficar em casa é a melhor maneira de se proteger e proteger seus familiares do coronavírus. 

Se informe por fontes confiáveis! De segunda à sexta, divulgamos o Boletim Coronavírus do Sindieletro. Você pode acessar pelo instagram (@sindieletro) ou receber no whatsapp: Clique aqui e nos envie um oi.

Tem dúvidas sobre o uso da máscara, o distanciamento social  e outras coisas relativas à pandemia do novo coronavírus? No destaque “Coronavírus”, no instagram.com/sindieletro, temos uma série de posts elucidativos. Confira!

E, é claro, todo esse conteúdo também está aqui, no #SindieletroContraCovid.

0 visualização